Publicado em: 09/04/2021

Isso pode estar prejudicando sua vida como um todo, sabia?

Este é um distúrbio dentário que faz a pessoa pressionar ou ranger os dentes com muita força (principalmente quando está dormindo), causando desgastes dos dentes e deixando-os sensíveis e com risco de quebrar, além de causar dores nos músculos do rosto, problemas na articulação da mandíbula e até dores de cabeça.

A causa exata do distúrbio ainda não é conhecida, entretanto, alguns fatores podem desencadear o problema, atuando sozinhos ou em conjunto. Veja algumas delas:

ESTRESSE E ANSIEDADE 

O bruxismo pode estar relacionado aos problemas emocionais e, nesses casos, os sintomas se agravam quando o paciente passa por momentos de mais pressão ou crises de ansiedade. Já nos dias mais tranquilos, eles tendem a cessar.


MÁ OCLUSÃO 

O alinhamento anormal dos dentes superiores e inferiores também é um fator de risco para o bruxismo. Dentes desalinhados ou apinhados atrapalham o fechamento correto da boca e o encaixe dos dentes, o que favorece o distúrbio.


APNEIA DO SONO

Distúrbios do sono como a apneia podem desencadear o bruxismo, pois a pessoa tende a ficar com a boca aberta, desalinhando o encaixe dos dentes.

Outros problemas podem estar relacionados também, como a idade e o uso de alguns medicamentos.


Com relação ao tratamento, o dentista pode indicar o uso de placas oclusais ou protetores a fim de evitar a pressão sobre os dentes, principalmente o ranger durante o sono, e tratamento ortodôntico, se for necessário.

Se a causa for estresse ou ansiedade, o profissional pode recomendar que o paciente diminua ou evite alguns alimentos que contenham cafeína e álcool.

Fazer exercícios para relaxar os músculos maxilares também podem ser indicados pelo dentista.
E, por último, pode ser necessário a prescrição de medicamentos ansiolíticos, quando o bruxismo está fortemente ligado às questões emocionais e psicológicas.

É importante não deixar de procurar um profissional para identificar o problema e recomendar o melhor tratamento.

O que pode causar o bruxismo?

Selecione a unidade mais próxima

Confirmar